MULEIDE

ASSOCIAÇÃO MULHER LEI E DESENVOLVIMENTO

flag.gif


Ultima atualização: Qua., 01 Fev. 2017 - 14:34 CAT+00
  
  

Foi lançado ontem, na cidade de Maputo, o projecto de combate aos casamentos prematuros na província de Zambézia denominado “Elo+forte”, o programa vai decorrer precisamente em sete distritos nomeadamente, Mugeba, Muakiwa, Mocuba sede, Namanjavira, Alto Benfica, Munhiba eNhaluanda.

Esta iniciativa promovida pela World Vision-Moçambique está orçada em 2,7 milhões de dólares americanos, e pretende abranger cerca de 70,000 pessoas em quatro anos.

 

Falando na ocasião, a Presidente da Assembleia da República e Patrona do Projecto, Verónica Macamo referiu que o lançamento do projecto constitui um complemento a estratégia nacional de prevenção aos casamentos prematuros aprovada em 2015 pelo governo.

 

“O projecto vai contribuir para consciencialização das famílias, comunidades e outros actores sobre as consequências maléficas dos casamentos prematuros, e sobre os benefícios familiares e sociais de manter a rapariga na escola para que seja amanhã mulheres capacitadas para contribuir para desenvolvimento do país”, disse.

De acordo com Macamo, a problemática dos casamentos prematuros é complexa e multidisciplinar, daí a necessidade de se apostar esta na educação da rapariga. e não só todos intervenientes são chamados a envidar esforços na luta contra o fenómeno. “A Educação e a formação da rapariga, afigura-se de capital importância para os esforços nacionais de combate a pobreza e também para a equidade de género”.

Por sua vez, a Gestora de Advocacia e Protecção a Criança da World Vision, Persília Muianga, o projecto vai privilegiar o uso de uma abordagem multissectorial com vista a protecção da criança.

“Vamos trabalhar para o fortalecimento de mecanismos e sistemas de protecção da criança. Como tal as nossas intervenções irão priorizar a capacitação de servidores públicos e das comunidades em matérias como conhecimento e aplicação dos dispositivos legais existentes e a provisão de apoio psico-social às crianças vítimas de violência”.

Muianga explicou ainda que haverá actividades de sensibilização junto as matronas e líderes comunitários para a reformulação dos ritos de iniciação bem como a criação de oportunidades económicas para adolescentes, através da participação de grupos de poupanças

Sida_2.png

Pensamento do dia

Não se vanglorie do que sabe, mesmo que seja um sábio. orgulho e elevação espiritual não são conciliáveis ”

- Autor Desconhecido 

SFbBox by casino froutakia

O que acha do site?

Galeria

Parceiros

  • a.png
  • b.png
  • c.png
  • d.png
  • f.png
  • g.png
  • h.png
  • i.jpg
  • j.png
  • oxfam_logo.png
  • safaid.png
  • usa_logo.png

   

  Copyright © Muleide 2015. Todos Direitos Reservados. Implementado por Oldemiro Naiene & Valdo Wate